Aveleda Futebol Clube : site oficial do clube de futebol de Aveleda, Vila do Conde - footeo

Entrevista a Rui Seabra - Avançado do Aveleda FC

16 de maio de 2018 - 19:24

1.Antes de mais, e começando de forma contrária do habitual, como está a ser a época em termos pessoais e coletivos?

Olá, primeiramente quero agradecer esta oportunidade e também agradecer-te por esta iniciativa. Ora bem, esta época em termos pessoais posso dizer que está a correr bem! Inicialmente não comecei a 100% derivado a uns problemas físicos, mas depois de ultrapassados sinto-me bem e com vontade e força de continuar a ajudar a nossa “família”.

A nível coletivo penso que a época não tem sido má de todo, pois com todas as contrariedades que temos tido ao longo da época, temos dado sempre boas respostas e demonstrado que o que aconteceu nas últimas épocas não foi obra do acaso e isso demonstra todo o nosso valor.

2.Como analisa o jogo anterior com o Fajozes e como antevê as últimas duas jornadas? Qual a sua importância para os objetivos do Aveleda Futebol Clube?

Foi um jogo em que inicialmente não encaixamos bem taticamente na equipa do Fajozes, em que acabaram por marcar primeiro fruto dessa situação. Mas soubemos dar a volta por cima e criamos vários lances de perigo na primeira parte, onde fizemos o golo do empate e até poderíamos ter ido a ganhar para o intervalo. Na segunda parte entramos melhor e com naturalidade marcamos mais 2 golos e até poderíamos ter dilatado mais o resultado.

Estas duas últimas jornadas são para encarar como encaramos sempre todos os jogos. Ou seja, para vencer e levar os 3 pontos para Aveleda e podermos estar o melhor possível na classificação. Felizmente a nossa mentalidade e espirito vencedor não nos deixa ver os jogos de outra forma.

3.Analisando as quatro épocas em que já está no clube, o que viveu de mais importante cá e porquê essa mudança? Foi uma mudança positiva?

O mais importante foram as conquistas da Taça da Federação e do Concelho e a quase conquista do campeonato na época passada, que infelizmente não acabou por acontecer e admito que ainda me deixa com um sentimento de revolta e tristeza! De resto todas as épocas aqui para mim foram especiais, pois para além de fazer o que gosto poder fazê-lo com grandes amigos e conhecer pessoas fantásticas só nos faz querer continuar a representar este grande clube que é o Aveleda FC.

A mudança aconteceu numa altura em que não tinha nada definido, onde iria jogar ou se iria jogar. O treinador do Aveleda FC dessa altura, o Filipe Lopes, convidou-me para vir para cá e para surpresa minha conhecia a maior parte do plantel que me acolheu muito bem e foi muito fácil me adaptar e ficar a gostar do Aveleda, o que obviamente foi uma mudança muito positiva para mim.

4.Como acha que têm sido estes últimos anos para o clube?

Acho que têm sido anos fantásticos e tenho muito orgulho de poder fazer parte dos grandes feitos alcançados pelo Aveleda FC em toda a sua história.

O Aveleda FC vem época após época demonstrando que é uma equipa forte e que mesmo perdendo jogadores importantes ao longo das épocas mantém a sua mística e espirito vencedor e de união. E isso deve-se ao esforço e dedicação de todas as pessoas ligadas ao clube desde toda a direção, adeptos, equipa técnica e jogadores.

5.Na época em que o Aveleda FC ganhou as taças, o Seabra em muitos dos jogos era utilizado como “arma-secreta” e resolvia muitos dos jogos, quando saltava do banco. Como foi ter esse papel na equipa?

Senti-me muito orgulhoso e feliz por poder ajudar e dar o meu contributo à equipa dessa forma (mérito do nosso treinador “Maga”). Apesar de ter consciência que em muitos dos jogos tinha esse peso decisivo de ajudar nas conquistas, isso também só era possível com a ajuda de toda a equipa e essa união sempre foi e continua a ser a nossa imagem.

6.Ao longo das várias épocas tem sofrido lesões em todas elas. Até que ponto isso afeta o seu rendimento?

Sim, isso também é uma realidade e tenho consciência que para ser mais útil para a equipa tenho que estar bem fisicamente. Infelizmente todas as épocas tenho uma ou outra lesão que me condiciona e me impede de dar o meu melhor durante algumas partes da época.

7.Tendo em conta a sua experiência, o que acha do campeonato em termos de qualidade do seu futebol? É muito diferente das divisões distritais da Associação de Futebol do Porto?

Na minha opinião o campeonato em termos de qualidade do seu futebol é muito bom e em nada fica atrás dos campeonatos da Associação de Futebol do Porto, pois encontramos aqui equipas muito interessantes e com bom nível de futebol. É um campeonato com muitos bons jogadores e treinadores.

8.Já agora, em termos de carreia, como foi o seu passado futebolístico, sabendo de antemão que jogou a nível federado? Sentiu muitas diferenças na transição para este campeonato?

Em termos de carreira os primeiros toques na bola começaram nas camadas jovens da UD Lavrense e a última época de juvenil e as 2 de júnior foram passadas no Leça, onde ainda nos juniores tive a felicidade de ter várias chamadas à equipa sénior, o que também me deixou muito feliz e orgulhoso.

A nível sénior tive a felicidade de poder jogar em todos os clubes por onde passei (Guilhabreu, Lavrense, Labruge e Vila-Chã) com grandes jogadores e treinadores, o que me permitiu ter várias subidas de divisão e ser campeão de série (Guilhabreu, Lavrense, Labruge) no meu palmarés. Muito sinceramente a maior diferença que senti foi no horário dos jogos, pois muitos são à noite. Mas até acabei por me habituar e pessoalmente até prefiro que assim seja.

9.Para terminar, que objetivos tem em relação ao futuro e que gostaria de transmitir aos seus colegas de equipa?

Em relação ao futuro gostaria de poder continuar a fazer parte deste grupo fantástico e o que posso transmitir aos meus colegas é que continuem com o mesmo empenho, dedicação e união pois é isso que nos tem mantido fortes e que quem vier para ajudar terá uma “família” que o receberá de braços abertos. UNIDOS somos mais FORTES! SOMOS AVELEDA!!!

Comentários

    P J V E D GM GS DG
Touguinha 75 30 24 3 3 81 28 +53
GDC Rio Mau 73 30 23 4 3 86 31 +55
Tougues 57 30 16 9 5 62 46 +16
GD Árvore 55 30 16 7 7 66 34 +32
FC Malta 50 30 14 8 8 51 38 +13
Aveleda FC 49 30 15 4 11 60 38 +22
Bagunte 47 30 13 8 9 60 45 +15
Labruge 44 30 12 8 10 47 45 +2
ACD Arcos 41 30 13 2 15 62 57 +5
10º Vairão 36 30 10 6 14 53 64 -11
11º CDCR Gião 35 30 10 5 15 63 66 -3
12º Guilhabreu 32 30 9 5 16 42 68 -26
13º CCD Macieira 28 30 7 7 16 35 66 -31
14º Fornelo 19 30 5 4 21 36 85 -49
15º Fajozes 18 30 5 3 22 43 86 -43
16º Retorta 17 30 4 5 21 28 78 -50
17º AD Vila Chã 0 0 0 0 0 0 0 0